Páginas

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Pessoas especiais demais


Meu bem,
Quando você adoesce pensa muito na vida, no que viveu, sentiu, amou, observou e por esses dias estava me lembrando das nossas tias, você era muito bebê ainda e isso aconteceu antes que elas se casassem
Eu nasci e cresci na Ditadura Militar. Era amargo e seco, pouco riso, muito siso.
Mas eu também nasci e cresci cercada de tias, é isto tornou o amargo muito  doce.Elas eram lindas, flutuavam na minha mente de criança com seus namoros, roupas e discos.
Naquele tempo criança não tinha essa deferência toda não. Eu ficava ali quietinha , na casa da vó, embalada pelo aroma de bolo assando,observando suas maneiras de vestir, de se arrumar e suas conversas.
Quando compravam um LP novinho,montavam a vitrola e ficavam conversando, rindo e analisando a capa. Nestas conversas aprendi a ler o que não estava escrito nas letras das canções  de Chico Buarque, a observar além do que estava fotografado na capa do LP dos Beatles,a não confiar nos livros de OSPB e Educação, Moral e Cívica.

Quando era dia de baile, tia Virtes passava o dia de bob, pintava o rosto, colocava minissaia, bota e saia de cabelos esvoaçantes e loiros, linda!!!!
Tia Vanda já tinha os cabelos pretos, longos, sedosos e os olhos mais bondosos que jamais vi em alguém, foi uma das mulheres mais lindas que já vi na minha vida, como não tinha nada para dar eu fazia desenhos coloridos e ofertava a ela, um atrás do outro...
Tia Vilma fazia faculdade, e fosse La o que fosse isso ai, eu sabia que um dia eu ia fazer também, afinal ela era linda, inteligente e eu queria ser igualzinha.
Com elas aprendi a não ter preconceitos ouvindo "Secos e Molhados", eu não me lembro das aulas de história, mas lembro que aprendi tudo sobre Hiroshima e Nagasaki só ouvindo suas conversas enquanto escutavam "A rosa de Hiroshima",com elas fugi do cotidiano e olhei além do que meu mundinho me dava.
Com elas meu mundo seco ficava bem mais florido, eu as amava e sentia, sinto muito orgulho de ter nascido bem ali no meio da confusão dos seus risos, mistérios e sussurros e muito da mulher que eu sou hoje é um pouquinho de tudo o que elas me mostraram.
Amanhã é a última!!!!! Vá bem Meu Amor.Muita paz e tranquiidade.


Cássia
Postar um comentário