Páginas

sexta-feira, 15 de abril de 2011

Tirando o véu


Carequinha linda

Hoje fui para a análise e estava conversando com ela sobre uma coisa estranha que está havendo comigo. Há algum tempo tenho  me sentindo sem encantamento com a vida, o que parece um sacrilégio diante de tudo que temos passado.

Antes de adoecer eu levantava feliz na maioria das vezes, saia para o trabalho animada, enfim seguia minha rotina com satisfação.

Depois de adoecer,lutar para me recuperar, fazer as quimioterapias, me velar, me ressuscitar, me sinto vazia,como se o encanto tivesse ido embora.

Ela me disse que devo ver as coisas com os olhos da alma, realmente quando pensei assim um novo mundo se discortinou para mim,descobri que o véu pelo qual eu via as pessoas foi retirado de mim,agora eu as vejo do modo como são, nossos pais, meu filho, meu namorado,alguns amigos.

O olhar ficou diferente, ficou real e tenho que encontrar beleza sem o véu que cobria meus olhos e que fazia eu ver todas as pessoas com quem me relacionei como ótimas, agora tenho que vê-las como humanas.Cada um deu o que podia, poucos deram  além,mas cada uma fez o que pode.

Não sei se consegui exprimir o que quero dizer, mas a verdade é que enquanto caiam meus cabelos, cílios e sobrancelhas muito mais foi se perdendo também, muitas pessoas me decepcionaram e junto com esse processo de perda fisica , também foi caindo muitos encantos.

Com os olhos da alma consigo ver melhor e perdoar tudo o que ainda tive que suportar  de algumas pessoas mesmo estando doente.

Mas em compensação tive amigas tão queridas que fizeram  que puderam no tempo que foi dado: Você,Arminda, Silvia ,Valéria,Eulália e minhas três pequenas querreiras, e minha amda Irene mas isto é um post que ainda vou fazer,porque elas ajudaram a salvar minha vida .

E para aqueles que aqui nos visitam, que não estão familiarizados com essa doença chamada câncer (toc,toc,toc) ,que não sabem o que dizer, fazer ou como reagir tem um blog de uma atriz,ela se chama Márcia Cabrita ,mas conhecida pelo seu papel de empregada no extinto programa da TV Globo "Sai de baixo" e que tbm tem um blog chamado "Força na peruca",foi de lá que tirei esse post , que de maneira maravilhosa resume para os leigos o que fazer,dizer e principalmente o que não dizer nesse momento.

domingo, 3 de abril de 2011


Como não encher o saco de alguém que está com câncer

Acho que de uma vez por todas merecemos não ouvir mais:
- "Aquela doença"
- "A cura está na cabeça"
- "Vc deixou a doença entrar"
- "Câncer é tristeza"
- "Câncer é carma"
- "Somente o amor aos filhos, a alegria de viver, a fé e o pensamento positivo podem salvar"
- "Fulano perdeu a batalha contra o câncer"
- "Conheço alguém que se curou de câncer em estado terminal só tomando essa erva milagrosa"
- "Todos os efeitos colaterais são "o de menos"

O que merecemos ouvir:
- "Posso te ajudar?"
- "Rezo por vc e sei que vai ficar boa"
- "A medicina evolui a cada dia."
- "Isso vai passar"
- "Ficar careca é ruim sim, comprei um lenço lindo pra vc, quer esperimentar?"
- "Só liguei para vc saber que estou pensando em vc"
- "Eu te amo"
Se vc for muito rico:
- "Posso pagar a cirurgia'
Se vc for médio rico:
- "Posso pagar a próxima consulta"
Se vc for pobre:
- "Trouxe esse pirulito"

Márcia Cabrita.

Cássia
Postar um comentário