Páginas

sábado, 26 de março de 2011


Quibe de soja e saladas de creais integrais cardápio do IPC para pacientes oncologicos.




Em SP, maioria dos pacientes com câncer está desnutrida

Mariane Pastore

Levantamento feito pelo ICESP (Instituto do câncer do Estado de São Paulo) aponta que 6o% dos pacientes com câncer estão desnutridos.

A falta de apetite é comum no inicio de tratamento. Uma boa alimentação,entretanto,estimula o sistema imunológico,evita perda muscular e pode reduzir em até 10% a taxa de mortalidade,segundo o estudo,realizado neste mês.

"A equipe nutricional é importante para o resultado do tratamento"salienta o oncologista Ricardo Antunes,vice-presidente da Sociedade de Cancerologia.

A dieta diária dos pacientes deve conter carnes ou ovos; cinco porções diárias de frutas;legumes e verduras;cereais e alimentos integrais,além de leite e derivados,segundo a nutricionista Lia Buschinelli, od Instituto Paulista de Cancerologia.

Gelados

O que determina mudanças  são os efeitos colaterais que cada um sente após a químio ou no pós-cirurgico.

"Nesse caso alimentos gelados tem maior aceitação:iogurtes,leite batido,sorvetes,sopas,ou até carnes frias",indica Lia.

"Pacientes em tratamento que estão em risco de anemia devem intensificar o consumo de carnes e de alimentos ricos em vitamina C.
Os com linfomas e leucemias devem evitar alimentos crus,devido ao risco de contaminação,em função da baixa imunidade,alerta.

Quem faz químio e radioterapia não deve consumir antioxidantes.Excesso de nutrientes anula  o efeito do tratamento.

Folha de São Paulo,Março 26/2010.

cássia
Postar um comentário